Inmetro reprova 5 marcas de guarda-sol

Dando sequência ao meu artigo sobre o uso efetivo dos filtros solares, trago a vocês um relatório do Inmetro sobre a proteção de 12 guarda-sóis, sendo dois deles destinados ao público infantil. Todas as marcas testadas foram aprovadas quanto à proteção contra a luz visível, mas cinco foram reprovados no quesito ultravioleta, inclusive um dos feitos para crianças.

Todas as cinco marcas reprovadas foram importadas da China: C&C, Carrefour, Nautika (Conjunto Ursinho Feliz), e duas sem nome, distribuídas uma pelo Groupo Pão de Açúcar e outra por Luna Importação e Exportação Limitada.

Apenas duas marcas fabricadas na China, e todas as cinco nacionais, foram aprovadas: Bel Fix (infantil e adulto), Blue Man, Botafogo, Kim, Mor Casa e Lazer, e Spirit.

Na verdade, não existe legislação brasileira definindo o fator de proteção contra ultravioletas ou o fator de sombreamento mínimo para os guarda-sóis. Para escolher o ponto de corte (25) do fator de proteção contra raios ultravioleta foi utilizada a legislação da Austrália, um país notório pela preocupação com os danos da exposição ao sol. Na conclusão do relatório, o Inmetro informa que se reunirá com outras entidades para propor a elaboração de uma norma brasileira para o produto em questão.

Deixe uma resposta