Efeito da glicosamina sobre o diabetes mellitus tipo 2

A glicosamina é um medicamento muito usado no tratamento da osteoartrose de joelhos, ainda que sua eficácia seja controversa. Repare que a osteoartrose atinge principalmente as pessoas idosas e/ou obesas, justamente aquelas com maior risco de desenvolver diabetes mellitus tipo 2. Para piorar a situação, estudos com animais e depois com humanos mostraram que a glicosamina aumenta a resistência à insulina, que é justamente o mecanismo de base do diabetes mellitus tipo 2!

Molécula de glicosamina

A revista científica Diabetes: metabolism research and reviews publicou em janeiro deste ano uma revisão de literatura envolvendo todo tipo de estudo sobre a relação entre a glicosamina e o diabetes — desde estudos in vitro (em tubos de ensaio, por assim dizer) até estudos clínicos de grande porte com humanos. Em resumo, a glicosamina interfere, sim, no metabolismo da glicose, mas apenas em doses muito superiores àquelas usadas para o tratamento da osteoartrose.

Ao contrário do que se costuma pensar, a glicosamina é muito pouco absorvida pelo intestino humano. Na verdade, lendo o artigo mencionado acima, cheguei a ter dúvida se a glicosamina era absorvida, mas depois encontrei uma pesquisa mostrando que a glicosamina é absorvida, sim, mas atingindo concentrações realmente muito baixas no sangue, cerca de 100 nanogramas (bilionésimos de grama) por mililitro de plasma. Os estudos com humanos mostrando relação entre glicosamina e diabetes usaram infusão de glicosamina pelas veias, atingindo concentrações cerca de mil vezes maiores.

Vale lembrar que glicosamina e condroitina parecem só funcionar em estudos patrocinados pelos fabricantes, e não apresentar eficácia alguma nos estudos independentes de alta qualidade. Existem outras opções de tratamento, mas deixo isso para você discutir com o seu médico, se você tiver osteoartrose.

Se você não tiver osteoartrose, que tal investir na prevenção?

11 ideias sobre “Efeito da glicosamina sobre o diabetes mellitus tipo 2

  1. Murilo Rodrigues

    Tb questiono o motivo destes suplementos serem vendidos nos EUA e no Brasil se eles não estão embasados cientificamente.Como isto pode passar pelo poderoso FDA americano?Quanto ao uso por diabéticos tipo 2,entendo pela matéria que mal não faz já que a absorção é muito baixa,não?

    Responder
    1. Leonardo Fontenelle Autor do post

      Vera Lúcia e Murilo, a glicosamina não é considerada um medicamento, e sim um suplemento nutricional, e por isso não está sujeita a um controle tão rigoroso quanto os medicamentos. Um dos motivos para eu ter resolvido escrever sobre a glicosamina é justamente o fato das pessoas poderem comprá-la sem prescrição. Além disso, nos estudos patrocinados por laboratórios farmacêuticos, a glicosamina funciona, sim, o problema é que com o tempo foram surgindo outros estudos que contradisseram esse otimismo inicial.

      Responder
    2. Fabio

      Tomo 1 cp diariamente do OSTEO-BI-FLEX à mais de um ano. Logo no primeiro mês já senti redução das dores no joelho e lombar. Hoje não sinto mais dor, o que permitiu treinos mais eficazes ao meu problema. O medicamente para mim funcionou muito bem!

      Responder
  2. Lucia Luckmann

    Puxa!
    Este artigo foi como um balde de água fria em mim!
    Acabei de ir a um ortopedista especializado em mãos e constatada minha artose numa das mãos, aconselhou-me tomar Osteo Bi flex em cápsulas, caso as consiga, já que só os EUA produzem tal medicamento.
    Agora, que posso adquiri-lo, leio que de nada vale para artrose, desdizendo tudo o que li e que médicos afirmam.
    E agora? Sofrerei com dores até a total incapacitação física, sem chance alguma de reconstrução de cartilagens ou no mínimo alívio de sintomas e dores?
    Não posso tomar anti-inflamatórios, depois de anos consumindo-os para poder trabalhar sem dores..
    Aliás, esses sim, apenas aliviam as dores e apresentam terríveis efeitos colaterais.
    Peço socorro a quem puder me ajudar nesse impasse!

    Responder
    1. Leonardo Fontenelle Autor do post

      Assim como em qualquer site na Internet, as informações aqui são genéricas. Não posso garantir que se apliquem ao seu caso em especial. Se você tiver alguma dúvida, pode consultar outro médico para pedir uma segunda opinião.

      Responder
  3. MARIA HELENA GARCINO DE OLIVEIRA SILVA

    Já tenho vários tipos de doenças, tomando vários medicamentos. Depois de levar várias quedas e fraturar o pé esquerdo numa torção quando subia a escada de casa e a perna direita em dois lugares. não sei qual o motivo, mas agora quase não posso andar ou ficar de pé. sinto dores na coluna, nas costas dorsal, depois os joelhos começo a sentir mal estar, falta de ar… fui no otorpedista depois de fazer raio x ele me receitou analgésico em comprimidos, só que me fez mal para o estômago, depois retornei e ele passou injetável, voltei para que ele me encaminhasse para hidroterapia e eu ainda não consegui, ele me receitou este medicamento ÁRTICO. como só pude comprear ontem 20 de dezembro comecei a tomá-lo. agora eu estou assustada ao entrar nesta página para pesquizar os medicamentos. eu tenho que ficar boa e voltar a trabalhar porque ainda não me aposentei e vivo de licenças saúde ha 5 anos por vários motivos. ainda tenho que fazer um procedimento cirurgico na PUC CAMPINAS E UMA CIRURGIA BAREÁTRICA NO HOSPITAL DO SERVIDOR PÚBLICO ESTADUAL S.P…

    Responder
  4. Cely Flora

    Dr, tenho artrose diagnosticada há 24 anos. Tomo condroitina e glicosamina desde que surgiram no mercado, uma e depois a outra. Anteriormente a esses remédios sofria de dores constantes, principalmente na lombar, dedos das mãos e pés. Fiquei muitos períodos em tratamento com anti inflamatórios e analgésicos, chegando a ser internada por 8 dias em hospital para tratamento e superação de crise. Depois que comecei a tomar esses remédios, nunca mais tive crises de coluna, tenho poucas dores nos pés e só por poucos períodos e não tive mais choques nas articulações dos dedos das mãos, que antes pareciam choques elétricos todas as vezes que tocava em algo. Atualmente, tenho resultados de glicemia de intolerância à glicose, mas só depois que engordei 20 quilos. Tomo osteo bi flex, e comecei há 3 meses a tomar genacol também. Meu marido, com o mesmo problema, toma agora osteo bi flex e UC-2, pois vai fazer em breve a quarta operação de coluna e só agora começou o tratamento. Meu genro, ortopedista, diz que eu sou a prova viva de bons resultados de tratamento prolongado com os medicamentos em questão. Tomo sem receio e, se necessário, tratarei a intolerância à glicose, pois há medicação para tal e dieta para redução do peso. A artrose é um problema familiar e , nao tenho dúvida, que minha mãe, que nao tem diabetes, sofreria hoje bem menos se os atuais recursos de tratamento para artrose tivessem surgido 40 anos atrás. Ela tem implantada em seu corpo uma dessas modernas bombas infusoras de morfina, que injeta esse medicamento diretamente na medula mas, mesmo assim, sofre de dores terríveis e sua qualidade de vida é nenhuma. Além, é claro, de ter consequências no seu organismo, pelo uso por quase 50 anos de anti inflamatórios e analgésicos.

    Responder
  5. Wolney Martins Protásio

    Tenho desgaste da cartilagem do joelho a 10 anos, fui a vários médicos, e felizmente um me receitou ARTROLIVE, depois de algum tempo usando, as dores melhoraram e muito, se tomados certo, sem falhar, o alivio é percebível, eu tomo e recomendo.

    Responder
  6. José Carlos Vivan

    PREZADO AMIGO E COLEGA.
    Como profissional médico há 30 anos(fisiatra,e ortomolecular ) e sem nenhuma relação com laboratórios ou interesse x ou y sugiro mais cautela na condenação ou aprovação de tal ou qual suplemento ou medicamento.Dependendo da fonte dos estudos pode não ser confiável.Medicina não é matemática,e ainda mais tornou se alvo de interesses economicos.Eu pessoalmente prefiro acompanhar cuidadosamente de perto meus pacientes no uso de qualquer medicamento ou suplemento durante um período razóavel e ver por meus próprios olhos se estão fazendo o efeito desejado,independente de muitas opiniões,pois convenhamos a manipulação de informação gera enorme comflito nas pessoas..
    abraços!!!!

    Responder

Deixe uma resposta