Arquivo da tag: idoso

Condroitina e glicosamina não funcionam na osteoartrose de joelho e quadril

A osteoartrose, popularmente conhecida como artrite ou reumatismo, é uma das doenças que mais prejudicam a saúde dos idosos no Brasil, e afeta tanto homens quanto mulheres. Não existe cura para a osteoartrose, e os únicos medicamentos com eficácia completamente comprovada são os analgésicos (como o paracetamol) e anti-inflamatórios (como o ibuprofeno e tantos outros), que são apenas paliativos. Glicosamina (glucosamina) e condroitina são dois dos medicamentos mais populares para a osteoartrose, devido à promessa de restabelecer a saúde da cartilagem degenerada, mas um estudo recente aumentou em muito o ceticismo dos médicos com relação a esse remédio.

Pesquisadores da Universidade de Berna, na Suíça, coletaram todas as pesquisas clínicas de qualidade realizadas com condroitina, glicosamina ou ambas, e analisaram seus resultados em conjunto para avaliar se havia algum efeito sobre a dor ou sobre as alterações radiográficas. O artigo, publicado esse ano no British Medical Journal, relatou que nenhum dos medicamentos, isolados ou em conjunto, é capaz de trazer algum benefício significativo para os pacientes.

Continue lendo

As 10 principais doenças dos idosos no Brasil

De acordo com o IBGE, 3 em cada 4 idosos têm alguma doença crônica, ou seja, uma doença de curso arrastado, boa parte delas incurável. As doenças infecciosas e os acidentes continuam a ser importantes, mas a maior parte da carga de doença da terceira idade no Brasil é por causa das doenças crônicas não transmissíveis, como o diabetes mellitus e as consequências da hipertensão arterial.

Fotografia de mulher idosa nordestina

Essas são as 10 doenças que mais prejudicam a saúde dos idosos brasileiros:

Continue lendo

As 10 principais doenças da mulher brasileira (corrigido)

Atualização (2015): “As 10 piores doenças no Brasil.”

Depois de ter listado as 10 principais doenças do homem brasileiro, eu não poderia deixar de contemplar também as mulheres com um artigo semelhante. Até porque as mulheres procuram os serviços de saúde com mais frequência, além de estarem em contato mais direto com os agentes comunitários de saúde.

Os números entre parênteses são a proporção da carga de doença da mulher brasileira atribuída a cada doença.

Continue lendo

As 10 principais doenças do homem no Brasil (corrigido)

Atualização (2015): “As 10 piores doenças no Brasil.”

Quando se fala em um homem ir a uma consulta médica, muitas pessoas pensam logo no exame de próstata. Primeiro, o próprio Instituto Nacional do Câncer (Inca) não recomenda que se faça toque retal ou dosagem de PSA no sangue como rotina. Segundo, o homem brasileiro tem uma série de doenças mais importantes, qualquer que seja o critério adotado. Por isso, compilei uma lista das doenças que mais comprometem a saúde do homem brasileiro, usando como critério a carga de doença (que considera os anos de vida perdidos, o grau de incapacidade dos sobreviventes, e o número de pessoas afetadas). O número entre parênteses é a proporção da carga de doença do homem brasileiro que é atribuída pela Organização Mundial da Saúde (OMS) àquela doença.

Continue lendo

10 motivos para parar de fumar

No início desta série semanal de 4 artigos em homenagem ao Dia Mundial sem Tabaco 2010, apresentei 10 motivos que levam as pessoas a fumar mesmo a gente sabendo hoje em dia que fumar faz mal para a saúde. O outro lado da moeda é que 18,2% dos brasileiros maiores de 15 anos de idade são ex-fumantes, e 80% dos fumantes atuais querem parar de fumar. Ora, a dependência da nicotina é uma das mais poderosas que existe. 50% das pessoas que fumam um cigarro vão ficar dependentes. Se as pessoas param de fumar mesmo assim, elas devem ter um bom motivo, não é mesmo?

Continue lendo

As doenças causadas pelo tabagismo passivo

O Doutor Leonardo está publicando uma série de quatro artigos semanais em comemoração ao Dia Mundial sem Tabaco 2010, e o primeiro artigo foi 10 motivos para fumar. As pessoas podem até estranhar que um médico divulgue as razões que alguém pode ter para fumar, mas na verdade não se trata de propaganda de cigarro, e sim de explicar como alguém pode fumar mesmo a gente sabendo hoje em dia que faz mal.

Fumaça tóxica

Fonte: INCA (divulgação)

Defendo firmemente que cada pessoa, desde que maior de idade e livre de deficiência mental, tenha direito a escolher se quer fumar ou não. É claro que, enquanto médico de família e comunidade, sou obrigado a informar as pessoas dos riscos envolvidos, e a oferecer ajuda para que as pessoas consigam parar de fumar, mas a decisão de parar ou não de fumar deve ser individual. O outro lado da moeda é que as pessoas também têm o direito a não fumar, e, da mesma forma que os não fumantes devem respeitar o direito de fumar, os fumantes devem respeitar o direito de não fumar.

Continue lendo

10 motivos para fumar

Dia 31 de maio é o Dia Mundial Sem Tabaco 2010, e em sua comemoração o Doutor Leonardo traz uma série de quatro artigos sobre o tabagismo. Hoje em dia todo o mundo sabe que cigarro causa uma série de doenças (leia também: Os 10 maiores fatores de risco para a saúde do brasileiro), mas mesmo assim o Ministério da Saúde estima que 16% dos brasileiros adultos fumem ativamente (confira o relatório). O artigo de hoje é para os outros 84% dos brasileiros adultos, que não conseguem entender como aquele amigo ou parente consegue fumar mesmo sabendo que cigarro faz mal.

Continue lendo

Descobridor do PSA critica seu uso no câncer de próstata

Richard Ablin, cientista que descobriu o PSA em 1970, classificou recentemente seu uso sistemático como um desastre de saúde pública. O exame só é capaz de detectar 3,8% dos casos de câncer de próstata, e não é capaz de diferenciar o câncer de uma série de outras doenças benignas. Aliás, o próprio câncer de próstata é pouco agressivo, e em 80% dos casos a pessoa acaba morrendo de outra coisa primeiro.

Continue lendo

Como prevenir a osteoporose

A osteoporose é uma doença em que os ossos ficam mais frágeis, aumentando muito o risco de fraturas espontâneas ou em seguida a pequenos acidentes como quedas. Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, a osteoporose não dói. O que causa a dor é a osteoartrose; o nome é parecido mas a doença é bem diferente. (Leia também: Como prevenir a artrite (osteoartrose).)

Mais do que prevenir a osteoporose, o importante é prevenir as fraturas. Isso inclui o tratamento da osteoporose, bem como a prevenção de quedas nas pessoas que tenham ou possam ter osteoporose, como os idosos. Nesse artigo, vou abordar principalmente a prevenção da osteoporose em si, mas algumas dessas medidas também são capazes de prevenir as fraturas em quem já tem osteoporose.

As orientações abaixo são baseadas principalmente em estudos com mulheres que já tiveram a menopausa, mas se aplicam a todas as faixas etárias e sexos, em maior ou menor grau. Em especial, ter um esqueleto saudável na adolescência parece ser um fator de proteção contra a osteoporose na terceira idade. Além disso, um estudo mostrou que o aumento da ingestão de cálcio aumenta a velocidade de crescimento de crianças e adolescentes.

Continue lendo

Como prevenir a artrite (osteoartrose)

Quando as pessoas falam em artrite ou reumatismo, em geral estão pensando na doença que os médicos conhecem como osteoartrose (também chamada de osteoartrite). Não confundir com osteoporose ou artrite reumatoide! A osteoartrose é uma das doenças mais importantes da terceira idade, tanto pela frequência quanto pela dependência que pode trazer. Apesar de ser mais comum após os 50 anos, a artrite não faz parte do envelhecimento saudável. Assim como a hipertensão, a diabetes e outras doenças incuráveis, a osteoartrose deve ser bem controlada para que não traga consequências, mas além disso pode ser evitada ou ter seu aparecimento adiado. Confira as cinco recomendações abaixo:

Continue lendo