Nutricionistas alertam para riscos da Ração Humana

A Ração Humana é um suplemento nutricional à base de cereais integrais e quinoa. Ela, a Ração Humana, tem sido cada vez mais consumida para emagrecer ou melhorar a constipação intestinal (prisão de ventre), mas a Agência Brasil entrou em contato com nutricionistas que se mostraram preocupados com os possíveis efeitos adversos do composto.

Eu gostaria de destacar especialmente o risco de piorar ainda mais a constipação intestinal. Como a Ração Humana pode ser comprada sem a prescrição de um médico ou nutricionista, seus consumidores geralmente não sabem que, para melhorar da constipação, é necessário também consumir muita água. Aumentar a ingestão de fibras alimentares sem um aumento correspondente da hidratação pode aumentar o volume das fezes impactadas e tornar necessário até mesmo uma lavagem intestinal.

Não existem dúvidas de que uma alimentação rica em cereais é benéfica para a saúde. O neurologista Ricardo Teixeira, por exemplo, vem divulgando em seu blog a dieta mediterrânea, que é rica em fibras e é capaz de reduzir a mortalidade e prevenir tanto o mal de Parkinson quanto o de Alzheimer, além de prevenir a depressão e diminuir a gordura abdominal.

Apesar de concordar que meus pacientes continuem usando a Ração Humana, não costumo recomendar que as pessoas comecem a usá-la. Apesar de ser uma forma razoavelmente segura de emagrecer, desconheço qualquer estudo que demonstre seus efeitos a longo prazo. Tudo o que é muito igual acaba enjoando, e a tendência é um dia a pessoa parar de tomar o suplemento. Por isso mesmo, um suplemento nutricional não deve ser substituto para um estilo de vida saudável, como disse o Conselho Federal de Medicina em resolução sobre a prática ortomolecular.

(Leia também: Como está sua alimentação?)

Uma ideia sobre “Nutricionistas alertam para riscos da Ração Humana

  1. Pingback: Como prevenir a osteoporose | Doutor Leonardo

Deixe uma resposta