Homeopatia enfrenta oposição no Reino Unido

Recentemente o Pediatra em Casa divulgou uma notícia do Reino Unido, onde o Comitê de Ciência e Tecnologia do Parlamento emitiu um relatório sobre a homeopatia, destacando a postura contraditória do governo, que reconhece a ausência de comprovação científica da eficácia da homeopatia mas continua admitindo-a no sistema público de saúde. A conclusão do relatório é que a homeopatia não deveria ser financiada pelo NHS e a MHRA deveria parar de licenciar produtos homeopáticos. NHS é o Sistema Nacional de Saúde, o SUS do Reino Unido; e MHRA é a Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde (aqui a Anvisa exerce esse papel, entre outros). O relatório, desde a sua preparação, tem atraído muita atenção e imagino que ocorra uma grande pressão da opinião pública para que as recomendações sejam postas em prática.

Um sintoma disso é o movimento 1023, que exige que a maior rede de farmácias do país deixe de vender produtos homeopáticos. O nome do movimento é uma alusão ao fato de os produtos homeopáticos serem diluídos para um décimo da concentração por 23 vezes consecutivas. Nesse grau de diluição, as pílulas não contêm molécula alguma do princípio ativo. Uma das ações mais interessantes do grupo, para mim, foi divulgar que o farmacêutico superintendente daquela rede de farmácias admitiu que desconhece qualquer compravação de eficácia dos produtos homeopáticos, mas os vende mesmo assim porque algumas pessoas compram. Dia 30 de janeiro, às 10:23, o grupo fez uma demonstração pública no mínimo divertida: mais de 400 pessoas, em 13 cidades diferentes, ingeriram de uma só vez um frasco inteiro de pílulas homeopáticas. Não houve qualquer relato de consequências. (Assista aos vídeos.)

A ciência evoluiu muito desde a criação da homeopatia. E o mais importante, os médicos não escolhem os medicamentos pelo mecanismo de ação, e sim pela comprovação da eficácia. Por isso mesmo, a Organização Mundial da Saúde endossou uma carta aberta contra o uso da homeopatia em doenças sérias como malária, tuberculose, AIDS, influenza e diarreia infantil. Difícil é saber em que situação a homeopatia poderia ser indicada.

Uma ideia sobre “Homeopatia enfrenta oposição no Reino Unido

  1. neyrilene

    Gostaria de saber se estou gravida. A minha historia começa mais ou menos assim: A minha ultima menstruação foi dia 07 de janeiro de 2012, tive relação no dia 23 e tava no fertil, tomei a pilula no mesmo dia depois de seis horas e o segundo comprimido, com onze horas depois. Passaram-se dias e nada de menstruar, comprei um teste de farmacia e deu positivo. Entrei em desespero, tomei um remedio pra descer no dia 15 e quando foi dia 16 de fevereiro veio. Menstruei durante sete dias.Alguns dias depois, comecei sentir enjoos, azia, tontura, os seios escuros, doloridos e enchados.Não sabia mais o que fazer. Então repetir o teste de farmacia e deu um resultado negativo, passou uma semana e continuava sentindo os mesmos sintomas. Dessa vez fui até um laboratorio e fiz um exame de sangue.Resultado negativo. A minha menstruação desde então ta vindo certa, só que ainda tenho medo, pois estou sentindo os msesmos enjoos, os seio inchados e escuros, tonturas..O que devo fazer agora?
    Será que estou grávida? to sentindo a barriga mexer. Será psicológico?
    Ajude-me, por favor.

    Responder

Deixe uma resposta