Como prevenir a artrite (osteoartrose)

Quando as pessoas falam em artrite ou reumatismo, em geral estão pensando na doença que os médicos conhecem como osteoartrose (também chamada de osteoartrite). Não confundir com osteoporose ou artrite reumatoide! A osteoartrose é uma das doenças mais importantes da terceira idade, tanto pela frequência quanto pela dependência que pode trazer. Apesar de ser mais comum após os 50 anos, a artrite não faz parte do envelhecimento saudável. Assim como a hipertensão, a diabetes e outras doenças incuráveis, a osteoartrose deve ser bem controlada para que não traga consequências, mas além disso pode ser evitada ou ter seu aparecimento adiado. Confira as cinco recomendações abaixo:

  • Emagrecer. O sobrepeso e a obesidade estão associadas entre as mulheres à osteoartrose de joelho, e em menor grau à de quadril. As chances de uma mulher ter osteoartrose de joelho aumentam em 60% para cada 5 kg de peso a mais. Além disso, as mulheres que perdem 5 kg de peso reduzem em 50% seu risco de desenvolver osteoartrose de joelho.
  • Comer bastante frutas, verduras e legumes. A Organização Mundial da Saúde recomenda que as pessoas comam ao menos 400g desses alimentos por dia, e numa série de estudos observou-se que a quantidade ótima era a partir de 600g por dia. No caso da osteoartrose, uma alimentação rica em vitamina C ou D diminui em três vezes o surgimento e/ou a piora da osteoartrose.
  • Praticar atividade física. A fraqueza do quadríceps, músculo que fica na frente da coxa, está associada ao desenvolvimento de osteoartrose no joelho.
  • Ser cauteloso com esportes de impacto. O futebol, o basquete e o futebol americano são exemplos de esportes que podem levar à osteoartrose. Acredita-se que o risco possa ser minimizado através do treinamento adequado e, no caso de uma lesão, através da completa recuperação da junta envolvida antes do retorno ao esporte.
  • Evitar certos tipos de trabalho. Mulheres que trabalham com movimento de pinça (pegar algo com o indicador e o polegar) têm mais osteoartrose de mãos, e pessoas que precisam agachar e levantar peso têm mais osteoartrose de quadril e joelho.

Essas recomendações foram feitas com base numa revisão da literatura realizada pelo National Institute of Health dos Estados Unidos. Também fiz minha própria pesquisa, mas não encontrei qualquer publicação mais recente que acrescentasse alguma informação relevante.

Curiosamente, boa parte dos estudos citados foram realizados na cidade americana de Framingham, mais conhecida entre os médicos pela Escala de Risco de Framingham, capaz de prever o risco de infarto nos próximos 10 anos. Na verdade, vários fatores de risco cardiovasculares também se aplicam à osteoartrose, e vice-versa.

A única restrição a essas recomendações é que elas nunca foram testadas na prática. A fraqueza muscular, por exemplo, está associada à osteoartrose, mas nenhuma intervenção de fortalecimento da coxa foi feita para avaliar a prevenção da osteoartrose (embora existam estudos mostrando a melhora da dor de quem já tem a doença). Da mesma forma, observou-se que quem emagrecia diminuía o risco de osteoartrose, mas nenhuma pesquisa estudou se programas de auxílio ao emagrecimento efetivamente previnem a osteoartrose.

Como eu sempre digo, a gente trabalha com o que tem. Administradores públicos ou de planos de saúde podem preferir que o dinheiro seja investido em intervenções comprovadamente efetivas, mas as evidências são suficientemente fortes para as pessoas pensarem carinhosamente em praticar as recomendações acima. Até porque ter um peso normal, fazer atividade física e comer frutas, verduras e legumes são recomendações importantes para qualquer pessoa. (Leia também: Conheça os 10 maiores fatores de risco para a saúde da mulher.)

16 ideias sobre “Como prevenir a artrite (osteoartrose)

  1. Pingback: Como prevenir a osteoporose | Doutor Leonardo

  2. Pingback: Como saber se você está acima do peso ideal | Doutor Leonardo

  3. maria celia

    Ola Dr. Leonardo!
    Tenho 49 anos, estou c/ todos os sintomas de artrite. Estou decepcionada, porque tenho uma dieta super saudavel, estou no peso correto, pratico exercicios, a 10 anos como pouca carne vermelha. Como massa e arroz integral, verduras organicas, nao como enlatados ou congelados. Acho que nao faz sentido tomar tanto cuidado, como eu tenho. So 49 anos e ela ja me pegou.

    Responder
    1. Leonardo Fontenelle Autor do post

      Concordo com sua decepção, Maria Célia. Infelizmente, nem todos os fatores de risco para a osteoartrose são preveníveis. Se isso serve de consolo, o fato de você ser fisicamente ativa e no peso ideal deve estar evitando que suas dores sejam ainda piores do que já são.

      Só confirmando: seu diagnóstico de osteoartrose foi feito por um médico, certo?

      Responder
  4. lidiane

    nao tenho resposta mas quero saber de uma pergunta !como se previne da artrite ?
    por favor me responda rapido porque tenho trabalho amanha para fazer
    brigadu
    bjks
    me responda ta dr.

    Responder
  5. oswaldo duarte de souza

    Parabéns pelo serviço prestado.É a primeira vez que acesso e fiquei bem impressionado.Tenho 71 anos, caminho e jogo furtebol e estou com diagnóstico de artrose nos joelhos.O ilustre remete regularmente mensagens por e-mail?Se sim, pode me cadastrar.
    Obrigado.

    Responder
  6. Diana Souto

    Dr. Leonardo, boa noite! Tenho 65 anos, artrose no quadril esquerdo, o que afetou meu modo de andar, mancando um pouquinho e forçando meu pé direito na parte externa do mesmo(supinada). Tomei CONDROFLEX por mais de 7 meses e não adiantou nada, a não ser aumentar minha circunferência abdominal. Hoje, com uma “personal” ao meu lado, faço musculação e esteira. Estou certa em fazer esses tipos de exercício, ou devo ficar na hidroginástica? Grata pela resposta.

    Responder
  7. florisval costa sabino

    Boa noite.

    Gostaria de saber:
    POLINEUROPATIA PERIFÉRICA MISTA:
    OSTEO ARTRITE,
    São doenças incuráveis,apenas tratáveis.

    Responder
  8. Marcos

    Dr.passei pelo Traumatologista,especialista em coluna, tirei varios raio x o mesmo constou que estou com varios bicos de papagaio, e ele falou que perdi o liquido que lubrifica a coluna,e ele falou que não tem cura, e pediu uma ressonancia magnetica da coluna lombar, e disse que depois do resultado iria me tranferir para um reumatologista e estou tomando sulfato de glicosamina e toragesic e estou com dificuldade para andar, preciso usar uma bengala para afirmar o corpo para andar, obrigado aguardo sua resposta

    Responder
  9. karina

    Não é só em pessoas velhas q afeta não…. tenho 19 anos e tive estiramento do tendão do pé esquerdo e para não sentir a dor da inflamação eu andava com o pé puxando para o lado pra não doer e com isso foi desgastando meu tornozelo e é uma dor terrivel faz 1 ano já que venho tratando e somente injeções pra tirar a dor mais quando acaba o efeito a dor volta…. Fico muito nervosa pq eu quero trabalhar, sair e não posso pq num da nem pra andar mais.

    Responder
    1. karina

      Tenho muito inchaço no tornozelo tbm… quando isso vai melhorar, já fiz fisioterapia e estou tratando com o remedio manipulado meloxican e paracetamol , famotidina, Ciclobenzaprina e com vitaminas Glucosamina e Condrointina me ajude por favor!

      Responder
  10. marcio

    Dr. meu médico me disse que tenho artrose combinada com uma artrite gotosa.Tomei o artrolive por alguns meses e observei uma certa melhora, mas de vez em quando tenho crises de gota que se manifesta principalmente no meu joelho. Sera que devo continuar a tomar o remedio?

    Responder
  11. Marco Ramos

    Boa Noite!
    Parabéns pelo trabalho, mas estou realmente preocupado com o que acabei de ler.
    Hoje posso dizwr que tenho dores em todas as articulações do meu corpo , e comecei a tratar pela que mais me incomda devido ao prazer pea prática de esporte em especial o futebol.
    O fato é que depouis de uma ressonância magnética, veio o diagnóstico de condromalacia patelar e outras coisas mais todas ligada artrite, artrose, osteofitose e encodroma…
    Recomendação: 3 CAIXAS DE GLUCOREUMIN E FISIOTERAPIA. Mas se ele não tem efeito nenhum quero saber se vale a pena um custo de 300,00 reais para depois eu não conseguir os resultados e meu objetivo que é voltar a praticar esporte regularmente. Detalhe tenho 39 anos e sofro com estas dores no joelho desde sempre, lembro quando fui ao médico com 14 anos com a mesma queixa e ele me disse que era do crescimento e nada fez agora me receitam um remédio sem efeito.
    Deixo duas perguntas;
    O que devo fazer?
    Quando seremos tratados com o devido respeito pela comunida médica?
    Obrigado!

    Responder
  12. Marineide machado melo

    Esperiencia propria; estive tomando Artroliv, eu e minha Amiga, mas nāo vi efeito e o Meu joalho que até o momento estáva normal,estou sentindo dores.

    Responder
  13. Marineide machado melo

    A verdade é que o Artroliv é gastar dinheiro e nāo ver progresso;o Meu joelho Além de nāo melhorar o outro passou a doer. Logo? Nāo cura Nem a dor.

    Responder
  14. Pingback: Condroitina e glicosamina não funcionam na osteoartrose de joelho e quadril | Doutor Leonardo

Deixe uma resposta