Como saber se você está acima do peso ideal

De acordo com o Ministério da Saúde, 13% dos brasileiros são obesos, e no total 43,3% estão acima do peso saudável. E o pior, na prática muitas pessoas não sabem se estão com excesso de peso, e nem como descobrir. Por isso, resolvi escrever um artigo rápido para explicar como descobrir e como avaliar o índice de massa corporal (IMC) e a circunferência abdominal.

O excesso de peso é o segundo pior fator de risco modificável na população brasileira, perdendo apenas para o uso excessivo de álcool. Naturalmente, a obesidade é pior que o sobrepeso, mas o número de pessoas com sobrepeso é duas vezes e meia maior que o número de pessoas com obesidade, então o número de complicações por sobrepeso é maior do que o por obesidade.

A forma mais fácil de avaliar o peso é através do índice de massa corporal (IMC). Basta pegar o peso, em quilogramas, e dividir duas vezes pela altura, em metros. Por exemplo, se a pessoa tem o peso de 51,2kg e a altura de 1,60m, basta calcular 51,2kg ÷ 1,60 ÷ 1,60. Outra forma, que dá no mesmo, é multiplicar a altura por si mesma (ou elevar ao quadrado), e reservar esse resultado; e então dividir o peso pelo resultado. Nesse exemplo, o IMC é 20 kg/m2.

O IMC recomendado é de 18,5 a 24,9 para adultos, e 22,0 a 26,9 para idosos (maiores de 60 anos de idade). IMC a partir de 30,0 é considerado obesidade, e os valores entre o normal e 30,0 são considerados sobrepeso. Existe uma subclassificação dos obesos, mas isso é assunto para consulta médica e o IMC acima de 40 (obesidade mórbida) é uma das doenças crônicas que indicam a vacina contra a gripe suína (A H1N1).

O problema do IMC é que ele não diferencia o peso gordo do peso “magro”, ou seja, músculos, ossos e outras partes do corpo. Para resolver esse problema, existe outra forma de avaliar o peso: a circunferência abdominal. A técnica de medição da circunferência abdominal não é fácil de se explicar para quem não é profissional de saúde, mas a interpretação é fácil:

  • Mulheres: a circunferência abdominal deve ser menor que 80cm; de 80,0 a 81,5 é sobrepeso, e de 88,0 para cima é obesidade.
  • Homens: a circonferência abdominal deve ser menor que 94cm; de 94,0 a 101,5 é sobrepeso, e de 102,0 para cima é obesidade.

Esses valores de referência não se aplicam a crianças e adolescentes, mas durante a consulta de rotina o profissional usa gráficos de crescimento para saber se o peso e a altura são adequados para a idade. Hoje em dia a gente não tem tanto medo de desnutrição infantil, o maior problema é a obesidade e o sobrepeso.

Se você está acima do peso, é hora de tomar uma atitude. Na grande maioria dos casos o problema é um desequilíbrio entre a ingestão e a perda de calorias. Por isso, vale a pena voltar (ou começar) a fazer exercícios físicos, e seguir as recomendações alimentares do Ministério da Saúde. Os benefícios são inúmeros, incluindo a melhoria de outros fatores de risco (como pressão arterial e níveis de colesterol e glicose no sangue) e a prevenção de doenças como a osteoartrose.

18 ideias sobre “Como saber se você está acima do peso ideal

  1. Pingback: Ministério da Saúde amplia vacinação contra gripe suína | Doutor Leonardo

  2. Luciana Kotaka

    Olá Dr Leonardo, obrigada por sua participação em meu blog. A informação que me passou é correta, mas esta calculadora acaba sendo utilizada com frequência nos blogs. Porém, quando conversos com os pacientes ou pessoas que querem falar comigo, oriento quanto a esse fator, tanto quanto em relação a idade e a atividade física.
    O que acha de postar essa matéria em meu espaço na segunda feira?
    Um abraço

    Responder
    1. Leonardo Fontenelle Autor do post

      Luciana, muito obrigado pelo interesse. Seu convite me fez tomar uma atitude que eu estava postergando desde a criação deste blog: o estabelecimento de uma licença explícita. Em vez de usufruir de todos os direitos autorais que a lei me permite, estou explícitamente adotando uma licença Creative Commons, a By-NC-ND, que significa que todos podem copiar e redistribuir o conteúdo, desde que informando a autoria (com link), e com as restrições de que não é permitido uso comercial e não é permitido modificar o material.

      Isso significa que você pode, das duas uma:

      • Mencionar o meu artigo, citando um trecho e acrescentando seu ponto de vista (isso está previsto na lei de direitos autorais); ou
      • Reproduzir meu artigo na íntegra, informando que sou o autor e exibindo um link para meu blog.

      Para mais informações, clique no link correspondente na coluna lateral do blog.

      Responder
    1. Leonardo Fontenelle Autor do post

      Obrigado, Kilza!

      Eu bem que teria interesse, sim, mas por causa do mestrado eu mal e mal tenho tenho para cuidar deste blog. Se você quiser, no entanto, pode republicar alguma matéria, seguindo a licença Creative Commons adotada, e fazendo link para este blog.

      Lembro-me de que você estava considerando juntar-se ao Planeta Saúde Brasil, será que mudou de ideia? Se ainda quiser, basta me avisar, e colocar na coluna lateral do Dicas de Nutrição um link para o Planeta ou, preferencialmente, um widget com as 5 ou 10 matérias mais recentes do Planeta.

      Responder
  3. Pingback: Os 10 maiores fatores de risco para a saúde do Brasil | Doutor Leonardo

  4. Pingback: Como prevenir e controlar a hipertensão arterial | Doutor Leonardo

  5. Pingback: Conheça os sintomas do diabetes mellitus | Doutor Leonardo

  6. Pingback: Quem tem risco de ter diabetes mellitus | Doutor Leonardo

  7. Pingback: Conheça os 10 maiores fatores de risco para a saúde da mulher | Doutor Leonardo

  8. Pingback: Licença para reproduzir o conteúdo do Doutor Leonardo | Doutor Leonardo

  9. Pingback: Pílula anticoncepcional não engorda | Doutor Leonardo

  10. Adriele Block

    Olá Dr. Leonardo, quero tirar uma dúvida.
    -Na gestação ganhei 35 quilos, depois comecei a tomar um anticoncepcional continuo, e consegui perder 12 quilos. Depois que parei de amamentar o meu ginecologista me receitou Mesigyna, após o iníco desse medicamento eu ganhei novamente os 12 quilos, e meu IMC é considerado obeso. Se eu trocar de medicamento é possivel que eu perca peso? Que medicamento eu deveria usar?

    Responder
  11. Pingback: Como medir sua própria pressão arterial | Doutor Leonardo

  12. Pingback: Como prevenir o diabetes mellitus | Doutor Leonardo

  13. Pingback: Por que os homens morrem mais cedo? » Espaço Homem

Deixe uma resposta