Como prevenir o diabetes mellitus

O aumento da taxa de glicose no sangue é um dos fatores de risco que mais causam mortes precoces e incapacidade no Brasil. Existem sintomas sugestivos de diabetes, mas o melhor é descobrir a doença logo no começo. A pessoa com risco aumentado de desenvolver diabetes pode e deve fazer exames, mas não é só isso. Também é possível prevenir o diabetes mellitus.

A prevenção do diabetes envolve medidas capazes de diminuir outros fatores de risco para doenças cardíacas. Estudos preliminares indicam inclusive que os pré-diabéticos que entram em programas de prevenção do diabetes têm menores taxas de complicações do aparelho circulatório.

Uma das melhores formas de prevenir o diabetes mellitus é perder peso. O importante é perder gordura (e não massa muscular), principalmente a gordura que fica por dentro da barriga. O ideal é ter um peso normal, mas na prática perder 5 a 10% do peso já é o suficiente para prevenir não apenas o diabetes, mas também a hipertensão, a osteoartrose e muitas outras doenças. (Leia também: Como saber se você está acima do peso ideal.)

Os melhores estudos de prevenção do diabetes mellitus usaram as orientações alimentares que também são válidas para toda a população. Não vou entrar em detalhes aqui, porque esse já foi assunto de um artigo anterior: 10 passos para uma alimentação saudável.

Atividade física também emagrece mas, mesmo sem contar com o emagrecimento, a atividade física previne o diabetes e outra tantas doenças. Já é o suficiente fazer duas horas e meia de atividade física moderada por semana. O exemplo mais óbvio de atividade física moderada é a caminhada rápida, mas a atividade física no trabalho ou lazer também funciona.

Não é de se surpreender que os medicamentos para diabetes sejam capazes de prevenir a doença. Um deles, a metformina, é barato e tem pouco efeito colateral, mas é menos eficaz que as modificações de estilo de vida acima. Outro, a troglitazona, foi proibido em vários países devido a efeitos colaterais graves, e no Brasil só é vendida com receita de controle especial. Existe uma série de outros remédios aparentemente capazes de prevenir o diabetes, mas são pouco e/ou mal estudados.

Um tratamento curioso para prevenir o diabetes é a cirurgia bariátrica. Um estudo observou que os obesos mórbidos operados tinham um risco 97% menor de ter diabetes! Mas esse estudo tem uma série de limitações, então ainda é cedo para saber se a cirurgia bariátrica previne o diabetes. (É bem capaz que o efeito seja unicamente pela perda de peso.) Além disso, a cirurgia bariátrica traz uma série de complicações para o paciente, de forma que dificilmente seria indicada para quem não é obeso mórbido.

Outra curiosidade é que foi comprovado que o selênio e a vitamina E, ingredientes comuns em complexos vitamínicos, não diminuem o risco de diabetes. Na verdade, o selênio parece aumentar em 55% o risco de diabetes! Esse é um dos motivos pelos quais médico sério não passa vitamina à tôa. (Leia também: Conselho Federal de Medicina impõe limites à prática ortomolecular.)

De acordo com o IBGE, mais de 8% dos brasileiros maiores de 35 anos tinham diabetes mellitus em 2008. Com o envelhecimento da população, a tendência é que o número de diabéticos aumente cada vez mais. É importante fazer consultas médicas de rotina para o diagnóstico precoce e o controle do diabetes mellitus, mas ter um estilo de vida saudável é fundamental para evitar a doença.

Divulgue para seus amigos:

Leia também: