Chocolate amargo pode prevenir insuficiência cardíaca

Pesquisadores suecos acompanharam quase 32 mil mulheres (com 48 a 83 anos de idade) durante 9 anos, recolhendo uma série de informações sobre seu estilo de vida e sobre sua saúde, e observaram que as mulheres que comiam chocolate tinham uma taxa de internação ou morte por insuficiência cardíaca 26% menor que a das mulheres que nunca consumiam o alimento. No início do estudo, nenhuma mulher tinha diabetes mellitus ou antecedente de insuficiência cardíaca ou infarto cardíaco. O efeito só apareceu para as mulheres que comiam chocolate com uma frequência entre 1 vez ao mês e 2 vezes por semana; comer chocolate 3 vezes ou mais por semana era tão ruim quanto não comer nem um pouco de chocolate. (Fonte: Medicina de Família.)

Existem cada vez mais evidências científicas de benefícios do chocolate para a saúde. Os autores do artigo científico citaram estudos clínicos que comprovaram uma redução da pressão arterial em quem comia chocolate, bem como outros estudos que observaram menos doenças cardiovasculares (cardíacas e circulatórias) em quem come cacau. (Leia também: Como prevenir e controlar a hipertensão arterial.)

No caso do artigo científico em questão, o objetivo principal era outro, tanto que o nome do grupo é Coorte Sueca de Mamografia. Mas quando você coleta de forma sistemática uma variedade de dados de uma grande população, é possível fazer estudos aninhados, ou seja, fazer novos estudos com os mesmos dados. O problema é que nenhum homem participou do estudo, de forma que as conclusões só são válidas, a princípio, para as mulheres.

Fruto do cacaueiro cortado ao meio

Dep. de Agricultura dos EUA (domínio público)

Acredita-se que os efeitos benéficos do chocolate sejam atribuídos aos flavonoides encontrados na semente do cacau, que é usada no chocolate (mas não no chocolate branco). Na Europa só se permite a fabricação e venda de chocolate com pelo menos 35% de sólidos totais de cacau, mas no Brasil esse limite é inferior: 25%. Dessa forma, os brasileiros devem ficar atentos à proporção de cacau no chocolate consumido, porque as conclusões da pesquisa científica não se aplicam ao chocolate ao leite.

Uma ideia sobre “Chocolate amargo pode prevenir insuficiência cardíaca

  1. Ministério da Saúde

    Olá!

    Você sabia que a Doença Falciforme é uma doença hereditária e que foi diagnosticada pela primeira vez há 100 anos? A anemia crônica e crises dolorosas em ossos, músculos e articulações podem ser um sinal da existência dessa doença, diagnosticada pelo Teste do Pezinho ou por exames de sangue. A descoberta do diagnóstico da Doença Falciforme começou há um século. A sua pode começar agora. Saiba mais em: http://bit.ly/9CJMlV

    Para mais informações:
    comunicacao@saude.gov.br
    http://www.formspring.me/minsaude

    Responder

Deixe uma resposta