Gonorreia não é a mesma coisa que síndrome do corrimento uretral

O leitor Antônio Kretz conferiu as novidades da lista de notificação compulsória, e deixou o seguinte comentário:

Caro Dr. Leonardo,

Gostaria de saber se “Síndrome do Corrimento Uretral” é a mesma coisa que “Gonorréia”?

Antônio, são duas coisas diferentes, mas com uma grande sobreposição entre si.

Preservativo enrolado, fora da embalagem

© Flegmus (BY-SA)

É muito fácil dizer que a gonorreia é uma DST causada pelo micro-organismo Neisseria gonorrhoeae, e que um de seus sintomas é o corrimento uretral (secreção saindo da uretra). Na prática, contudo, a interpretação dos sinais e sintomas não nos permite confirmar ou excluir o diagnóstico de gonorreia. Uma pessoa infectada pode não apresentar sintoma algum; e uma pessoa com corrimento uretral pode ter gonorreia, outra doença, ou mesmo mais de uma infecção ao mesmo tempo.

Existem exames laboratoriais para a confirmação da gonorreia e da infecção por clamídia (outra causa importante de síndrome do corrimento uretral), mas eles não estão disponíveis na maioria dos serviços. Além disso, a necessidade de fazer o exame, esperar o resultado, e levá-lo de volta ao médico diminui muito a chance de que a pessoa efetivamente receba o tratamento adequado. E, nesse caso, o ônus não é só da pessoa, mas também de seus parceiros sexuais e da sociedade como um todo.

Por isso, a OMS, entre outras autoridades, recomenda o tratamento sindrômico do corrimento uretral. Caso a pessoa tenha manifestações compatíveis, ela e seu(s) parceiro(s) sexual(is) devem receber o tratamento o mais cedo possível, sem esperar o resultado dos exames confirmatórios. O esquema terapêutico mais comum é composto por 1000 mg de azitromicina e 500 mg de ciprofloxacino ou ofloxacino, e é eficaz tanto contra a gonorreia quanto contra a clamídia. Além do corrimentro uretral, a OMS também recomenda o tratamento sindrômico da úlcera genital (sífilis, cancro mole e donovanose) e do corrimento vaginal (candidíase, vaginose bacteriana, gonorreia e clamídia).

2 ideias sobre “Gonorreia não é a mesma coisa que síndrome do corrimento uretral

  1. Mauricio Neves

    Agradeco muito pela informacão deixada na web, pois faz dois dias que eu soube que tenho a síndrome do corrimento uretral, e faz mais de uma semana que eu fiz essa besteira de fazer sexo sem o condom, hoje tenho muito medo por que meu marido com certeza não tem mais eu tenho a suspeita de que 70% ele pode ter pego isso de mim….e eu queria culpar aos medicos de aqui da noruega por que eu fui antes de fazer sexo com ele primeiro fazer os exames para saber se eu teria me infectado com alguma coisa….mais a medica fez o teste e medisse que eu estava sem infeccão….por isso que eu em casa fix sexo com meu marido…pois agora estou com essa grande preocupacão…por que o que eu deveria fazer….( obvio) não é a minha intencão de colocar a medica na prisão por que sei que isso é uma besteira…e muitos podem se equivocar….em diagnosticos… ( errar é HUMANO)….e de verdade o que eu quero é esclarecimentos a respeito disso…..por que me levou mais de 3 dias para que a medica me entrega-se um verdadeiro diagnostico….do que eu realmente fui perguntar….pois hoje ja tomei os antibioticos….mais mesmo assim gostaria muito de poder estar mais claro, realmente quanto tempo posso estar com esta infeccão???

    Responder

Deixe uma resposta