As 10 principais doenças dos idosos no Brasil

De acordo com o IBGE, 3 em cada 4 idosos têm alguma doença crônica, ou seja, uma doença de curso arrastado, boa parte delas incurável. As doenças infecciosas e os acidentes continuam a ser importantes, mas a maior parte da carga de doença da terceira idade no Brasil é por causa das doenças crônicas não transmissíveis, como o diabetes mellitus e as consequências da hipertensão arterial.

Fotografia de mulher idosa nordestina

Essas são as 10 doenças que mais prejudicam a saúde dos idosos brasileiros:

  1. Infarto, angina e seus amigos (11,8%) — A doença cardíaca isquêmica consiste no entupimento (ou, muito raramente, num espasmo) das artérias coronarianas, que levam o sangue ao coração.
  2. AVC (9,9%) — A doença cerebrovascular consiste não apenas no derrame (AVC), mas também em outras formas menos dramáticas, mas que também prejudicam a autonomia do idoso.
  3. Diabetes mellitus (5,9%) — Essa doença dispensa apresentação, e já escrevi um bocado sobre ela. Com o envelhecimento da população, espera-se um aumento cada vez maior do número de diabéticos. (Leia também: Como prevenir o diabetes mellitus.)
  4. Enfisema pulmonar e bronquite crônica (5,6%) — Já descrevi o DPOC no artigo sobre as 10 principais doenças da mulher brasileira. Espero que ao longo das próximas décadas o problema comece a diminuir, como consequência do combate ao tabagismo.
  5. Mal de Alzheimer e outras demências (4,2%) — Não é normal o idoso ficar gagá. Repito: não é normal. O esquecimento pode ter outras causas além da demência; o mais comum é uma depressão, mas também pode ser uma doença no corpo. (Leia também: Como saber se você está com depressão.)
  6. Perda de audição (3,3%) — OK, isso não é bem uma doença, é uma condição crônica. Algumas pessoas realmente perdem a audição com a idade, e o aparelho de audição pode ajudar muito na reintegração dessas pessoas à sociedade. Mas às vezes a coisa é mais simples: ouvido entupido por cera. (Dica: não use cotonete dentro do ouvido!)
  7. Doença cardíaca hipertensiva (3,3%) — Você reparou que a hipertensão não apareceu até agora? Se fosse só a pressão ficar alta, não haveria problema algum. Mas uma pressão arterial elevada por anos a fio pode causar uma série de doenças; já citamos o infarto e o derrame, mas o próprio músculo do coração pode adoecer, causando a doença cardíaca hipertensiva. Num grau mais avançado, isso vira insuficiência cardíaca, ou seja, coração inchado. (Existem outras causas de insuficiência cardíaca além da doença cardíaca hipertensiva.)
  8. Pneumonia (2,7%) — Muita gente não sabe, mas a vacina contra a gripe (suína ou comum) também previne pneumonia; esse é um dos motivos dos idosos a receberem. Existem outras vacinas que poderiam ajudar, mas prefiro não discutir hoje se vale a pena ou não tomá-las. Outra forma de prevenir a pneumonia é cuidar de outras doenças, para que a pessoa não fique acamada ou de outra forma debilitada.
  9. Osteoartrose (2,6%) — Esse é o tipo mais comum de reumatismo; ao contrário do que muita gente acha, não é a mesma coisa que osteoporose. Para saber mais sobre essa diferença, leia o início do artigo Como prevenir a osteoporose. Daqui a dois dias pretendo escrever sobre uma série de estudos que avaliou um dos medicamentos mais usados contra a osteoartrose.
  10. Catarata (2,2%) — O olho humano tem uma lente, chamada cristalino, por onde a luz passa para chegar até a retina. Com a idade o cristalino fica cada vez menos transparente, mas o tratamento cirúrgico só deve ser feito se a catarata estiver incomodando a pessoa.

Assim como nas listas anteriores, os números entre parênteses representam a participação da doença na carga total de doença dos idosos brasileiros, medida em anos de vida perdidos, com um ajuste para o grau de incapacidade dos doentes que estão vivos, e levando em consideração o número de pessoas afetadas.

A maioria das doenças da lista pode ser prevenida e/ou adiada com um estilo de vida saudável e tratamentos adequados, mas geralmente não é possível evitar completamente a doença, e uma vez que a pessoa tenha, é para sempre. Nesse contexto, é importante privilegiar ações preventivas e de tratamento e recuperação que preservem a autonomia da pessoa idosa, ou seja, que permitam à pessoa continuar desempenhando suas atividades sem depender da ajuda dos outros.

27 ideias sobre “As 10 principais doenças dos idosos no Brasil

  1. Pingback: Tweets that mention As 10 principais doenças dos idosos no Brasil | Doutor Leonardo -- Topsy.com

  2. Pingback: As 10 principais doenças das crianças no Brasil | Doutor Leonardo

  3. Pingback: Condroitina e glicosamina não funcionam na osteoartrose de joelho e quadril | Doutor Leonardo

    1. Gilvania caxias de

      Gostei muito de saber que posso esclarece minhas duvidas sobra as doenças de idosos como faço o curso e trabalho neste ramo e bom sabe como posso ajuda de uma forma bem esclarecedora.

      Responder
  4. ROSELI SEROR CUIABANO

    Dr. leonardo,

    Gostaria de receber mais informações, pesquisas recentes sobre o idoso. Tenho interesse, por ser uma atividade nova para mim e necessária para o meu trabalho.

    grata

    roseli

    Responder
  5. Elisabete

    O importante é ficar sabendo como se prevenir das doenças e,como se cuidar do que se regenerou com o passar da idade de muitos vícios;ao comer ao beber e ao dormir tarde.A saúde tem sido um fracasso no passar dos tempos.O que todos precisam é de estar sempre lendo algo que nos motive como viver bem.
    A população precisa vencer certos vícios que prejudica a sua saúde.

    Responder
    1. João Pedro Louro

      Isso é porque não são todos os idosos que estão doentes ou sofrem de doenças crônicas! O autor não mencionou nada sobre as estatísticas, mas acredito que sejam a taxa de idosos (aqueles acima de 65 anos) que possuam tal doença X… Claro, também há uma série de outras doenças que não são mencionadas, como retinopatias, artrite reumatóide, entre outros, que não entraram nas estatísticas, mas fariam-na subir um pouquinho mais.
      Mas ela não chega a 100% porque não são 100% dos idosos que possuem doenças crônicas, nem a lista abrange todas as doenças…

      Responder
    2. Leonardo Fontenelle Autor do post

      Citando a mim mesmo, “os números entre parênteses representam a participação da doença na carga total de doença dos idosos brasileiros”. Como eu só citei as principais doenças dos idosos, e não todas, não tem como chegar a 100%.

      Responder
  6. Pingback: As 10 principais doenças do homem no Brasil (corrigido) | Doutor Leonardo

  7. Vinicius

    Achei o artigo muito claro e informativo.
    Gostaria de ter mais acesso às fontes dos dados para uma pesquisa. Procurei no site do IBGE algum relatório sobre a relevância das doenças nos idosos ou ainda os indicadores sociodemográficos de saúde e não encontrei nada.
    Fico no aguardo, obrigado

    Responder
  8. Pingback: As 10 principais doenças dos idosos no Brasil

  9. Pingback: O papel do agente comunitário de saúde no SUS | Doutor Leonardo

  10. Pingback: Tudo sobre idosos

  11. Home Angels curitiba Agua verde

    A Home Angels Curitiba Agua verde , é uma empresa de cuidadores de pessoas e se preparou para estes momentos em que as celulas começam a sua caminhada para o fim . Vamos cuidar de nossas vidas e dos que nos prezam para que, quando as forças nos faltarem , não nos falte aquele que nos cuide . 41 87 85 85 58

    Responder

Deixe uma resposta