Eficácia e segurança da pílula do dia seguinte

Dr Leonardo, gostaria de saber quais são os efeitos colaterais da pílula do dia seguinte. Ela é sempre eficaz? Quais são os riscos em ingerir esse medicamento?

Cara leitora, imagino que você esteja falando de levonorgestrel 0,75mg, dois comprimidos de uma vez ou com 12 horas de intervalo, tomados menos de 72 horas após a relação sexual. Existem outros métodos de contracepção de emergência, mas esses são dois dos mais eficazes, e os mais usados no Brasil.

A pílula do dia seguinte está longo de ser o melhor método de planejamento familiar. Tem uma eficácia pouco satisfatória, e muitos efeitos colaterais. Só é indicada quando a mulher tem uma relação sexual sem estar usando qualquer método anticoncepcional, ou então se a camisinha estourar ou o DIU sair do lugar. Também pode ser necessário usar a pílula do dia seguinte caso a mulher tenha esquecido de usar o anticoncepcional de rotina; as bulas costumam ter informações a esse respeito.

O risco de gravidez depois de uma relação sexual desprotegida é de cerca de 8%; usando a pílula do dia seguinte, esse risco cai para algo entre 1% e 2%. Não existe diferença de eficácia entre tomar dois comprimidos de uma só vez e tomar um comprimido logo e outro 12 ou até 24 horas depois.

Por outro lado, começar logo faz muita diferença. Usar a pílula do dia seguinte nas primeiras 24 horas depois da relação sexual diminui em 54% o risco de gravidez, quando comparado a usar 24 a 48 horas depois, e em 74%, quando comparado a usar 48 a 72 horas depois.

Vários medicamentos podem, teoricamente, diminuir a eficácia do levonorgestrel. A lista inclui a aminoglutetimida, a fenilbutazona, e alguns anticonvulsivantes (fenobarbital e outros barbitúricos, fenitoína, oxcarbazepina, carbamazepina, primidona), e antibióticos (rifampicina, ampicilina, griseofulvina, tetraciclina, oxitetraciclina, doxiciclina, limeciclina, minociclina). Interação de levonorgestrel com varfarina foi relatada em usuária de anticoncepção de emergência. Sugere-se monitorizar a coagulação. Existe um único caso relatado de aparente interação entre levonorgestrel e varfarina, aumentando o efeito anticoagulante da varfarina.

Os efeitos colaterais são muito comuns; por exemplo, 23,1% das mulheres sentem náusea. A lista completa dos efeitos colaterais pode ser conferida na bula, que está disponível no Bulário Eletrônico da Anvisa. Tomar dois comprimidos de uma só vez aumenta um pouco o risco da mulher sentir dor de cabeça ou ter uma menstruação maior, mas diminui o risco da menstruação vir antes do dia esperado.

A pílula do dia seguinte não é abortiva: se o óvulo fecundado se implantar na parede do útero, o levonorgestrel não funciona. Mas existem pesquisas em laboratório mostrando que o levonorgestrel pode causar malformações fetais (defeitos de nascença), de forma que a pílula do dia seguinte só deve ser usada nos primeiros dias após a relação sexual.

Pesquisadores chineses acompanharam 31 mulheres engravidaram apesar de usar a pílula do dia seguinte, e não encontraram aumento no risco de malformações fetais ou de complicações da gravidez.

A mifepristona é comprovadamente mais efetiva que o levonorgestrel, mas não tenho notícia de que ela seja comercializada no Brasil. Ao contrário do levonorgestrel, a mifepristona pode causar aborto se for usada quando a mulher já estiver grávida. (Leia também: Uma retrato do aborto no Brasil.)

Deixo aqui duas leituras recomendadas para os enfermeiros (e médicos) que me leem. Primeiro esta revisão Cochrane, de onde tirei a maior parte das informações deste artigo. E por fim o livro Pontos essenciais da tecnologia de anticoncepção, publicado em português pela Johns Hopkins, em 2001. Esse livro era distribuído gratuitamente pelo Population Council de Campinas (fechado em 2007) mas ainda pode ser encontrado em boa parte das unidades de Saúde da Família.

Atualização: Desativei a recurso de comentários para este artigo. O Doutor Leonardo não é um consultório médico. Se você achar que pode estar grávida, agende uma consulta médica.

Divulgue para seus amigos:

Leia também: