Conte ao seu médico como você é tratada

Achei esse artigo muito interessante, e pensei até mesmo em traduzir para publicar no Doutor Leonardo. Felizmente, o Blog do Pediatra em Casa já fez isso por mim! Confira o seguinte trecho:

Aos 73 anos, eu tenho visto certamente a evolução da experiência “médica”, da obstetrícia/ginecologia até o pediatra (tenho 5 filhos) a especialista, generalista.

Aprendi a aceitar o fato de que nesta época de alta tecnologia, nós não vamos estar conversando com o nosso médico sobre o preço do salgadinho na cantina da escola. A maior lição que aprendi, no entanto, é que, se você é tratado rudemente ou de forma brusca por algum funcionário, muitas vezes, o médico nem tem ideia do que está acontecendo. Você precisa dizer a ele, seja pessoalmente ou por uma cartinha “confidencial” escrita à mão.

Para ler o depoimento integral desta senhora norte-americana, bem como os comentários do pediatra brasileiro Andre Bressan, acesse a página Uma reflexão interessante sobre experiência de ser ‘paciente’.

4 ideias sobre “Conte ao seu médico como você é tratada

Deixe uma resposta