De onde vem o sal que você consome?

Pesquisadores da USP publicaram, ano passado na Revista de Saúde Pública, um estudo sobre o consumo de sal pela população brasileira. Com base na Pesquisa de Orçamentos Familiares, realizada pelo IBGE entre 2002 e 2003, a pesquisa apurou que o brasileiro ingere diariamente 11,4 gramas de sal (4,5 gramas de sódio) por dia. Ao destrinchar o consumo de sal pela origem, os pesquisadores descobriram que o sal puro e os temperos à base de sal são responsáveis por 76% do sal consumido pelos brasileiros.

O consumo total de sal é muito parecido entre as faixas de renda familiar, mas a origem desse sal varia muito. Em comparação aos brasileiros mais ricos, os mais pobres consomem 50% menos sal na forma de produtos alimentícios com adição de sal, e 47% mais sal sal puro ou em temperos.

O acordo do governo com a indústria alimentícia continua sendo importante — quanto menos sal, melhor. Mas essa pesquisa da USP sugere que seria ainda mais efetivo fazer uma campanha publicitária para os brasileiros colocarem menos sal em sua comida, seja à mesa, seja na hora do preparo.

Mas você, que está lendo isso, não precisa esperar por uma propaganda para começar a agir. É só botar menos sal na comida. Seu coração agradece.

Atualização: Saiba como diminuir o consumo de sal sem sofrimento.

Atualização: O artigo “Sal de menos parece fazer mal à saúde” traz uma nova perspectiva sobre o assunto.