Arquivos da categoria: Miscelânea

Por que medicina de família?

Estive conversando com uma pessoa de fora da área da saúde, e ela quis saber o que me motivou a ser médico de família e comunidade. Achei que a resposta poderia interessar aos leitores:

A medicina de família e comunidade é uma especialidade que alia o desafio técnico de uma prática abrangente com a oportunidade de um relacionamento com as pessoas para um pouco além de suas doenças. Dessa forma, a medicina de família e comunidade é um grande estímulo tanto para a cabeça quanto para o coração.

Continue lendo

Andar a pé ou de bicicleta evita câncer, infarto e derrame

Há muito tempo se sabe que atividade física faz bem para a saúde, e a falta de atividade física é um dos 10 principais fatores de risco para a nossa saúde. Uma forma de resolver isso é através de exercício físico (atividade física planejada), mas na prática pouca gente tem tempo. Outra forma é incorporar a atividade física no dia-a-dia, como no deslocamento para o trabalho.

Em um estudo recém publicado pela revista The BMJ, pesquisadores da Escócia analisaram dados sobre morte e internação hospitalar para mais de 250 mil pessoas que trabalhavam fora de casa, participantes de uma pesquisa com base populacional. Essas pessoas eram homens e mulheres com 40 a 69 anos de idade, e num dia típico 5,4% iam a pé para o trabalho, 2,5% iam de bicicleta, e 13,7% misturavam algum desses meios de transporte ativo com algum meio passivo, como dirigir carro.

Gráfico de floresta para a associação entre a forma de deslocamento para o trabalho e o risco de morte ou internação por doenças cardiovasculares, por câncer, ou (morte) por qualquer causa.

© 2017 Carlos A Celis-Morales, Donald M Lyall, Paul Welsh, Jana Anderson, Lewis Steell, Yibing Guo, Reno Maldonado, Daniel F Mackay, Jill P Pell, Naveed Sattar, Jason M R Gill. CC BY 4.0.

Continue lendo

Vila Velha dispensa laudo médico para vacinar idosos contra febre amarela

De acordo com o portal de notícias G1, o município de Vila Velha decidiu que idosos sem laudo médico poderão ser vacinados contra a febre amarela. A médica Márcia Andriolo, assessora especial do secretário municipal de saúde, teria informado que o procedimento atendia às normas do Programa Nacional de Imunização (PNI). Antes de serem vacinados, idosos sem laudo precisariam responder a uma série de questões, e caso não apresentem contra-indicações absolutas nem outras contraindicações relativas (além da idade, que é uma relativa), poderiam receber a vacina desde que concordassem com o risco de eventos adversos graves.

Continue lendo

Viciado em gomas de nicotina

Possivelmente depois de ter lido meu artigo sobre como usar adesivos de nicotina para parar de fumar, um leitor me perguntou:

Larguei de fumar faz 17 anos, mas viciei nas gomas de [nicotina]. Não consigo abandonar. O que devo fazer?

Como vocês sabem, não dá para fazer consulta médica através de blog ou e-mail. Por isso mesmo, minha resposta pode interessar a todos os leitores:

Continue lendo

A febre amarela chegou a Vitória

Depois de meses de preocupação constante, a febre amarela parece ter chegado ao município de Vitória. A análise de um macaco encontrado morto na Ilha do Frade confirmou que ele estava contaminado pela doença, indicando haver circulação do vírus no município. A Secretaria Estadual de Saúde está tomando as providências cabíveis, que incluem uma campanha de vacinação aos sábados a partir do dia 4 de março. Já a Secretaria Municipal de Saúde de Vitória se adiantou, e realiza mutirão de vacinação contra a febre amarela no sábado (25 de fevereiro) e quarta-feira (1º de março) de Carnaval.

Esclera amarelada em ambos os olhos

A febre amarela tem esse nome por causa da icterícia, que deposita pigmentos amarelos nas mucosas e na pele. Crédito: CDC/ Dr. Thomas F. Sellers; Emory University. Domínio público.

Continue lendo

Adoçantes não parecem ser a solução para a obesidade

Refrigerantes e sucos industrializados são bebidas altamente processadas, e via de regra contêm altas doses de açúcares. Uma lata de 350mL dessas bebidas já atinge ou supera a quantidade máxima de açúcar adicionado recomendada para um adulto em um dia inteiro. Uma resposta da indústria alimentícia são as bebidas adoçadas artificialmente, que praticamente não contêm calorias, e assim deveriam ajudar a evitar a obesidade.

Pesquisadores do Brasil, Reino Unido e Estados Unidos publicaram nesta terça-feira, na revista científica PLoS Medicine, um artigo analisando a efetividade das bebidas adoçadas artificialmente no combate à obesidade. Como os próprios autores resumem,

… a evidência disponível não dá suporte direto ao papel das bebidas adoçadas artificialmente na indução do ganho de peso ou em anormalidades metabólicas, mas também não demonstra consistentemente que essas bebidas sejam efetivas na perda de peso ou na prevenção de anormalidades metabólicas. A evidência do impacto dessas bebidas na saúde das crianças é ainda mais limitada e inconclusiva do que nos adultos.

Continue lendo

Recadastre-se para continuar recebendo estes e-mails

O Doutor Leonardo está de casa nova! Nestes últimos dias, o blog foi transferido para a seção brasileira de um provedor de hospedagem internacional. Infelizmente, essa transferência exigiu uma mudança na forma como o Doutor Leonardo envia seus artigos novos por e-mail para seus leitores. Em resumo, os leitores que estão recebendo esta mensagem precisam fornecer seu endereço de e-mail novamente visitando esta página.

Continue lendo

Dia do médico de família

No dia 5 de dezembro comemoramos o dia do médico de família e comunidade. Nessa data, há exatos 35 anos, foi fundada a Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC).

No ano passado aproveitei a data para examinar 2015, mas neste ano já adiantei a retrospectiva. Além disso, já resumi a trajetória da SBMFC, então não vou entrar nesse assunto novamente.

Neste ano, eu gostaria de singelamente sugerir aos meus leitores que parabenizem seus médicos de família pela data. Com certeza, eu vou aproveitar para parabenizar a minha.

Atualização (07/12/2016): Leiam a nota da SBMFC sobre o dia do médico de família e os 35 anos de fundação

Diário de um Posto de Saúde, no YouTube

Sabe quando eu comentei minha participação na 21ª Conferência Mundial de Médicos de Família, no Rio de Janeiro? Além da ausência de patrocínio da indústria farmacêutica, essa edição da Conferência incorporou mais uma característica da edição brasileira: a programação cultural, incluindo mostra de contos, fotografias e vídeos.

Foi na Conferência que conheci o Diário de um Posto de Saúde, um canal do YouTube com vídeos da médica de família Luísa Portugal sobre temas cotidianos da medicina de família e comunidade, com ênfase na atenção primária do SUS. Os vídeos expõem os temas com um tom bem-humorado e de forma didática, graças não só à atuação da apresentadora mas também à edição profissional.

Continue lendo