Arquivo da tag: vacina

A febre amarela chegou a Vitória

Depois de meses de preocupação constante, a febre amarela parece ter chegado ao município de Vitória. A análise de um macaco encontrado morto na Ilha do Frade confirmou que ele estava contaminado pela doença, indicando haver circulação do vírus no município. A Secretaria Estadual de Saúde está tomando as providências cabíveis, que incluem uma campanha de vacinação aos sábados a partir do dia 4 de março. Já a Secretaria Municipal de Saúde de Vitória se adiantou, e realiza mutirão de vacinação contra a febre amarela no sábado (25 de fevereiro) e quarta-feira (1º de março) de Carnaval.

Esclera amarelada em ambos os olhos

A febre amarela tem esse nome por causa da icterícia, que deposita pigmentos amarelos nas mucosas e na pele. Crédito: CDC/ Dr. Thomas F. Sellers; Emory University. Domínio público.

Continue lendo

Você gastaria 15 reais para ganhar um ano de vida?

Correção: na verdade, a vacinação contra a catapora custaria R$ 15 mil, e não R$ 15, para cada ano de vida ganho. Para entender o engano, confira a errata.

Esse ano o município de Vitória (entre outros lugares) passou por um surto de varicela (catapora). É assim mesmo que funciona: de vez em quando juntam-se muitas crianças que nunca pegaram a doença, e aí todo o mundo pega junto. Mas isso não precisa ser assim para sempre.

Pesquisadores da USP analisaram o custo-benefício (a custo-efetividade) da vacinação contra varicela, e chegaram à conclusão de que sua inclusão no calendário de vacinas de rotina gastaria apenas R$ 15 para cada ano de vida poupado. O estudo foi publicado em novembro de 2008 pela revista científica Vaccine, e foi selecionada para o 1ª Conferência Global de Vacina, realizada naquele ano pela OMS.

Erupção cutânea da varicela sobre a cabeça de um bebê

© ILJR (CC-BY-SA-3.0)

Pense nisso: quinze reais por ano de vida. Se eu tiver quinze reais no bolso, não consigo nem passar uma noite num hotel, que se dirá então de um ano.

Continue lendo

Sarampo na Paraíba

Cinco dias atrás eu dizia que o Brasil tinha eliminado o sarampo, e agora fiquei sabendo que foram confirmados ao menos 38 casos da doença no estado da Paraíba nos últimos dois meses. Mas como assim? Vamos ver o que o Ministério da Saúde tem a dizer sobre o caso:

Até o momento, não há transmissão sustentada do vírus do sarampo na Paraíba. De acordo com critérios internacionais, para haver transmissão sustentada é necessário que o vírus identificado circule no país por mais de 12 meses. No caso da Paraíba, passaram-se 39 dias desde o início do surto até o último caso confirmado.

Continue lendo

O Brasil está livre do sarampo

A Organização Panamericana de Saúde (OPAS) confirmou que o Brasil se tornou o primeiro país das Américas a eliminar o sarampo. A última vez que alguém pegou sarampo no Brasil foi em 2000, em Minas Gerais. Desde então já foram confirmados 67 casos, todos eles importados, ou seja, essas pessoas contraíram a doença fora do país.

Erupção cutânea típica do sarampo (exantema morbiliforme)

© CDC (domínio público)

De acordo com o Ministério da Saúde, o número de casos confirmados de sarampo diminuiu 99% nas Américas entre 1998 e 2009. Eduardo Hage, diretor de Vigilância Epidemiológica do Ministério da Saúde, defende que todos os países do mundo assumam o compromisso de erradicar o sarampo, até para evitar que o Brasil e outros países das Américas recebam casos importados da doença.

Continue lendo

A história da tuberculose: do contágio aos sintomas e à cura

Um amigo me pediu para escrever um artigo específico sobre tuberculose: os tipos, os sintomas, quando procurar o médico, tratamento, estatísticas… Na verdade, ele já sabia a maior parte do que me pediu para descrever, mas ele estava preocupado com muita desinformação por parte dos médicos e preconceito por parte da população, apesar de existir cura na maioria dos casos. O assunto ficou ainda mais relevante depois que descobri que os agentes comunitários de saúde têm mais chance que seus familiares de serem infectados pela tuberculose. Não dá para escrever tudo o que ele pediu, então vou focar na história natural da doença: como se pega, como se adoece, e como se cura.

Continue lendo

Crianças de 2 a 4 anos de idade serão vacinadas contra gripe suína

O Ministério da Saúde anunciou que a campanha de vacinação contra a gripe suína será estendida às crianças deste 2 anos de idade até 4 anos (inclusive). O prazo para se vacinar vai até dia 2 de junho, daqui a duas semanas. Além disso, o prazo de vacinação foi novamente prorrogado em todo o país para gestantes, e para adultos de 30 a 39 anos de idade. Os municípios também foram orientados a prorrogar a vacinação para outros grupos caso não tenham atingido a meta de vacinação. (Leia também: Ministério da Saúde amplia vacinação contra gripe suína.)

Continue lendo

Eleições 2010: como usar seu voto para prevenir a dengue

A dengue é uma das doenças transmissíveis mais importantes do Brasil (veja também: “Aprenda a reconhecer os sintomas da dengue”), e para prevenir uma epidemia é necessário que todos colaborem. Quando digo todos, é porque as pessoas comuns são indispensáveis para evitar a multiplicação do mosquito da dengue, mas dessa vez vou me concentrar naquilo que os governantes podem fazer para que não aconteça uma epidemia nos próximos anos.

Continue lendo

Ministério da Saúde responde a boatos sobre vacina contra gripe suína

Está circulando na Internet um e-mail contendo sérias críticas à vacina contra a gripe suína (gripe A H1N1). Tenho discutido o assunto com meus pacientes durante as consultas, mas como eu só atendo algumas dezenas de pessoas por semana, recomendo a todos que leiam os esclarecimentos oficiais sobre a vacina contra a nova gripe.

Continue lendo

Doe sangue antes de receber a vacina contra a gripe suína

A Fundação Pró-Sangue teme que a campanha de vacinação contra a gripe suína cause uma baixa nacional nos estoque de derivados de sangue para transfusão. O médico Carlos Roberto Jorge, da fundação, explica que é protocolo não aceitar doação de sangue de quem receber vacina nos últimos 45 dias. (Confira a matéria na Agência Estado.)

Continue lendo

Organização Mundial da Saúde mantém alerta contra gripe suína

Em meu artigo anterior sobre a vacinação contra a gripe suína, mencionei que algumas autoridades internacionais acreditavam no fim da pandemia. O relato se referia às expectativas da sétima reunião do Comitê de Emergência da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre a influenza A H1N1, que aconteceu dia 24 de fevereiro deste ano. A conclusão do encontro, no entanto, foi bem diferente. Em nota à imprensa, a OMS declarou que o Diretor-Geral avaliou que não houve alteração da fase pandêmica, e decidiu continuar a monitorar a situação e os acontecimentos de perto e reunir o Comitê novamente daqui a várias semanas.

Continue lendo